Os primeiros dias da amamentação



Hoje em dia falamos muito sobre a importância da hora de ouro do bebê. Incentivamos bastante o pele a pele e a amamentação na primeira hora de vida.


Estudos já mostram um aumento no sucesso da amamentação caso esse processo seja respeitado. Mas isso não significa que todos os bebês mamarão nas primeiras horas de vida. Muitos “só” irão lamber, cheirar, pegar e soltar. E está tudo certo, já que o bebê nasce com uma reserva.


Obviamente não é seguro deixar o bebê ficar sem mamar por longos períodos. Mas também não devemos ficar forçando essa primeira mamada. Imagina que você nunca sugou nada e agora vai sentir um mamilo na sua boca com um líquido entrando nela.


Para alguns, entender esse processo demandará tempo. Outros já irão mamar nos primeiros minutos de vida. O importante é saber que as duas situações são normais.


Outra coisa bem importante é compreender que o bebê nasce e passa por um período de atividade que dura em torno de 3h. Depois disso ele pode entrar num sono profundo para se recuperar do nascimento, seja ele via vaginal ou cesárea. E nas primeiras 24h, em geral, ele fica mais sonolento.


O que nós sugerimos é que depois de umas 3 ou 4h, caso o bebê não tenha solicitado o peito, que seja feito novamente um pele a pele (mãe e bebê sem roupa) para que ele seja estimulado e sinta vontade de mamar. Não precisa ter pressa ou agonia. Vocês, juntos, vão aprender como fazer isso, no tempo de vocês.


Lembre-se: você nunca amamentou e o seu bebê nunca mamou. Então paciência que uma hora a coisa engrena. 💕

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Logo LM Branco.png