A orientação sobre o banho de sol para o recém-nascido foi suspensa


Desde que o mundo é mundo, recebemos a orientação de expor o recém-nascido ao sol. Mas, com essa nova publicação da Sociedade Brasileira de Pediatria, a orientação mudou e o banho de sol foi suspenso! Isso mesmo, suspenso! E qual seria o argumento? "A exposição excessiva ao sol na primeira infância está associada ao aumento do risco de câncer de pele no futuro". Ou seja, o sol de hoje não é o mesmo sol de antigamente... Você, então, está se perguntando como fica a questão da vitamina D. De acordo com a SBP, a reposição de vitamina D é recomendada no Brasil para todo RN a termo, desde a primeira semana de vida até os 2 anos de idade.


Mas gente! E a icterícia? Eles também tiram essa dúvida: para ela, está indicada a fototerapia em caso de necessidade. O banho de sol está contraindicado como medida terapêutica. Ou seja, ou o RN tem indicação de foto ou não é o sol que vai fazer diferença.


Por fim, eles ressaltam que, tanto a Academia Americana de Pediatria quando a SBP, orientam evitar a exposição direta ao sol em crianças abaixo de 6 meses, devendo utilizar protetores mecânicos como sombrinha, guarda-sol, boné e roupa de proteção.


Surpreendente essa orientação, né? Então, por ora, sombra pra todos!


#LivreMaternagem #sociedadebrasileiradepediatria #banhodesol #recémnascido

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Logo LM Branco.png